quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Dalai na lama


Ganhou o Nobel da Paz, promove o encontro de povos e religiões, luta pelos direitos do seu povo, invadido, torturado e silenciado pelos chineses. Vem a Portugal, país que luta pela paz, Estado agnóstico, pioneiro na luta pelos direitos humanos, país livre e pela liberdade. É o Dalai Lama, cuja visita a solo luso é atirada, à esquerda e à direita, verdadeiramente para a lama. No Governo e na Presidência da República ninguém o quer receber! É o chamado «Dirty Realism» da política internacional. Quem manda é a China e nós ficamos de olhos em bico, obedientes e caladinhos perante o gigante económico à espera de com tal atitude se poderem, quicá, exportar para lá meia-dúzia de galos de Barcelos...

2 comentários:

a.filoxera disse...

Não há dúvida: às vezes envergonho-me deste país. O que tem de melhor é o que não depende de governo nenhum: o clima, a localização geográfica e algumas das características do seu povo.
Gostava de dizer-te "até breve", mas duvido...

Rouxinol disse...

Aprender mais qualquer coisa sobre o Dalai-Lama